Connect with us

Morar Em Portugal

Portugal admite gargalo no sistema de concessão de visto

Portugal admite gargalo no sistema de concessão de visto

Portugal admite gargalo no sistema de concessão de visto

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal registrou o maior número de imigrantes em Portugal desde 1976, com 480 mil pessoas Foto: Hermes de Paula/14-8-2018
Shares
  • Facebook
  • Pinterest
O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal registrou o maior número de imigrantes em Portugal desde 1976, com 480 mil pessoas Foto: Hermes de Paula/14-8-2018

LISBOA – Sem vagas para o agendamento de parte dos processos de vistos para imigrantes, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) dePortugal ainda nem sabe quando será aberto o calendário de 2020. Superlotado, o órgão admite problemas para agendar atendimentos cruciais para a permanência legal no país, como a renovação de residência e o reagrupamento familiar.

Este ano, o SEF registrou o maior número de imigrantes em Portugal desde 1976, com 480 mil pessoas. O Brasil é a maior colônia, com 105.423 residentes legais, um recorde desde 2012 e um aumento de 23% em relação ao ano anterior. O problema no SEF é reflexo deste grande fluxo.

Neste sábado, já não era possível agendar o serviço de renovação de título de residência em Lisboa, Porto, Braga e Faro, quatro dos mais procurados postos da rede de atendimento do SEF.

A demora no agendamento tem causado problemas para os brasileiros. A vendedora Denise Andrade chegou em Lisboa em abril deste ano e só conseguiu vaga em julho, mas no Porto. Ela tinha um visto de turista válido para 90 dias, que expirou enquanto esperava pela vaga no SEF para regularizar a sua situação.

— Eu fui ao posto do Porto, e além de ficar o dia inteiro esperando, o funcionário do SEF não me deu o carimbo, porque disse que eu estava há 92 dias na Europa e que eu não tinha nem que estar em Portugal. Ele foi de uma estupidez sem tamanho, me humilhou e ameaçou me prender, sendo que eu esperei esse tempo todo porque não tinha vaga, e não porque eu quisesse esperar — disse Denise, que foi surpreendida por um aviso de saída do país: — Ele me deu 20 dias para sair do país ou resolver a situação. Mas alguns processos estão demorando muito porque tem muita gente pedindo. Eu segui o processo dentro do prazo e eles é que não tinham vaga.

Além da grande demanda, o Sindicato dos Trabalhadores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras tem informado que o SEF sofre com  a falta de mão de obra e do investimento em meios tecnológicos. Este ano, diz o sindicato, o serviço precisou transferir inspetores, que poderiam trabalhar nos postos de atendimento, para aeroportos de Porto, Lisboa e Faro.

Apesar da ampliação do horário de atendimento até às 20h, ficando aberto por cerca de 12 horas diárias, não está sendo possível atender a todas as solicitações.

No início de agosto, o SEF abriu oito mil vagas para tentar evitar problemas relacionados à superlotação e diz ter dado prioridade aos processos de maior procura, como a renovação de autorização de residência e o reagrupamento familiar.

“Apenas nestes assuntos se verificam alguns constrangimentos no agendamento para atendimento, pelo que o SEF está e continuará a implementar medidas extraordinárias para garantir a resolução dessas situações”, informou o SEF em nota.

No primeiro semestre, o SEF atendeu 155 mil estrangeiros e tem 141 mil agendamentos marcados até o fim deste ano. Para o calendário de 2020, que ainda não tem data para começar, o SEF pretende abrir o agendamento de maneira parcelada, em fases, e após “avaliar uma estratégia para aumentar a capacidade de atendimento do serviço e implementação de medidas tecnológicas”.

A superlotação no SEF acontece às vésperas do começo do ano letivo na Europa. Os brasileiros também formam a maior colônia de estudantes, com mais de 13 mil alunos. Foram validadas 7.507 candidaturas em universidades, 36% a mais que 2018.

O atraso na concessão e renovação de vistos tem sido um grande problema para os alunos brasileiros, que chegam a perder bolsas de estudo. Em fase experimental e exclusivo para estudantes, o projeto SEF Smart ID promete ser uma ferramenta automática de renovação do visto de residência, que poderá ser feita com a ajuda de um aplicativo.

https://oglobo.globo.com/mundo por Gian Amato, especial para O Globo 17/08/2019

Newsletter Signup

Comments

30-profissões-e-seus-salários-em-Portugal 30-profissões-e-seus-salários-em-Portugal

30 profissões e seus salários em Portugal

Trabalhar Em Portugal

10 países em que é possível estudar de graça – ou quase

Intercâmbio cultural

Os 20 Melhores salários em Portugal

Trabalhar Em Portugal

20 profissionais mais requisitados em Portugal

Trabalhar Em Portugal

Newsletter Signup

Newsletter Signup

Pin It on Pinterest

Share This