5 Sinais de que seu filho pode precisar da ajuda de um psicólogo - Absolutamente tudo sobre Morar em Portugal
Connect with us

Dicas Gerais

5 Sinais de que seu filho pode precisar da ajuda de um psicólogo

Kênia Batista

Published

on

5 Sinais de que seu filho pode precisar da ajuda de um psicólogo
5 Sinais de que seu filho pode precisar da ajuda de um psicólogo

Compreender o comportamento das crianças na maioria das vezes pode ser muito difícil para os país ou responsáveis. Ainda mais nesses tempos em que a inovação tecnológica acaba roubando a atenção que deveria ser dedicada aos nossos pequenos.

Nesse artigo queremos ajuda-lo a compreender as atitudes que seu filho tem nos seu dia dia, e descobrir se a sua a criança precisa de ajuda de um profissional!

Uma das dicas mais importante para ajudar o seu filho, é o cuidado e a atenção dada a ele, sabendo que cada ser é único e possui o seu jeito de ser, e merece ser compreendido.

Sendo assim, a comparação com crianças de outras famílias não ajudará em nada, só dificultará você entender o que seu filho sente.

Sabemos que não é uma tarefa fácil! Então, como saber se a criança precisa da ajuda de um psicólogo?

Existem alguns sinais importante para deixar os pais em alerta.

Confira abaixo, 5 sinais que ajudam a de identificar se o seu filho precisa da ajuda de um profissional.

1. Reação exagerada em diferentes situações

Como relata o Child Mind Institute, dos Estados Unidos, o  comportamento agressivo que uma criança as vezes demonstra ser um reflexo de uma ansiedade não reconhecida, como no caso de James de 10 anos

A reação exagerada e agressiva da criança é uma resposta psicológica da mente, que esta expressando os sentimentos que são guardados, e que se tornaram um mal-estar interno que se manifesta quando a criança se encontra diante de situações em que se sentem emaçadas.

O incômodo no ambiente social leva a criança a perder o controle em várias circunstancias.

Imagem de Clker-Free-Vector-Images por Pixabay

Uma visita ao psicólogo infantil pode ajudar a entender as suas reações e como agir quando se sentir diante dessas situações.

2. Manifestação constante de raiva

Se a criança manifestar um comportamento agressivo, fique atento e procure entender o que se passa.

Imagem de martakoton por Pixabay

As manifestações constantes de raiva, muitas vezes pode ser ansiedade infantil, sinal de angustia, e até mesmo transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH).

O trabalho feito por um terapeuta pode facilmente identificar as causas da raiva que o paciente sente, e trazer soluções específicas para que aquele determinado problema seja solucionado.

3. Demonstração de tristeza e preocupação

Procure entender o porque a  criança  se mostra ansiosa , ou costuma fazer birras por coisas pequenas e insignificantes.

Pergunte para o seu filho por que ele está triste, converse com ele, carinhosamente!

Se seu filho não encontra consolo nos pais, ou demostra inquietação em casa,  e não consegue encontrar paz, é sinal que ela precisa da ajuda de um profissional.

As crianças que são menores reconhecem a ajuda dos pais e isso tende a funcionar como uma forma de acalmá-las.

A situação se torna complexa, quando quando o problemas persiste e gira em torno de obsessões. Tendo a possibilidade da criança sofrer de transtorno obsessivo compulsivo (TOC), que leva os filhos a sentirem temores e comportamentos compulsivos e desnecessários.

4. Queda brusca e inexplicável do rendimento escolar

Esta sem entender , como o rendimento escolar do seu filho baixou nesses últimos meses ? Essa era a matéria preferida, e nunca tirava uma nota baixa? O que será aconteceu?

As notas tendem a refletir muito mais na estabilidade emocional do que propriamente um rendimento acadêmico, principalmente nas crianças mais novas.

Imagem de André Santana por Pixabay

Fique atento, as vezes o seu filho pode esta sofrendo bullying na escola, aconselhamos nesse caso a conversar com professora e a partir das descobertas avaliar a necessidade de procurar um psicólogo.

5. A criança prefere ficar sozinha do que com amigos ou parentes

Existem muitas crianças que preferem falar pouco e que preferem brincar sozinhas na escola ou em qualquer lugar que tem outras crianças.

Procure entender qual a razão de seu filho preferir ficar sozinho, e não querer a atenção de crianças , ou ate mesmo de outros adultos.

5 Sinais de que seu filho pode precisar da ajuda de um psicólogo
Imagem de gissane por Pixabay

Pergunte para a professora se ela percebeu algo estranho durante o período escolar, e observe como seu filho tem agido perto de outras crianças.

Essas atitudes pode ser o começo para uma grande ansiedade social que costuma aparecer na juventude.

]]>

Kênia ama escrever poesias, e ha três anos escreve conteúdos para a internet. É apaixonada por viagem e estrelas. Admira e aproveita as inúmeras oportunidades que a vida oferece. Vive intensamente para aprender e servir.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement